quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

A tecnologia indígena




O governador jurava que a usina atômica não afetaria os índios, acabou convencendo a tribo de que a vizinhança nova estaria vedada e bem longe. Os índios concordaram, ganharam com isso uma televisão, luz elétrica e bolas de futebol.

Três anos depois, o governador volta e constata o estrago nas terras indígenas. A fome, a seca, água contaminada, as doenças. No alto do palanque montado às pressas ele pretende sanar todo o mal com palavras.

- Em primeiro lugar, eu gostaria de me desculpar pelo que tem acontecido aqui, foi um erro gravíssimo, algo realmente lamentável. E em segundo lugar...

Não teve segundo lugar... Uma flecha, certeira, no peito do ‘Caraíba’; amenizou um pouquinho a dor da tribo.

*Caraíba – Homem branco.

(Parte do livro a ser lançado "DESCULPE-ME)

0 comentários:

Postar um comentário

Este blog surgiu após inúmeras recomendações, broncas, cascudos e beliscões de conhecidos. Aqui está, enfim, um espaço próprio para o escritor Allan Pitz publicar suas "Patavinices", seus textos, seus livros, e tudo o mais que o tempo for lhe guiando e desenvolvendo.

Obrigado pelo incentivo de todos.