terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Uma sunga na cruz




O maior assassino de homossexuais do Recife está morrendo no hospital prisional. O padre começa a Extrema Unção.

- Este é o momento de se arrepender por todos os pecados, e receber a benção e o perdão de Deus.

Deu-lhe o enorme crucifixo para que beijasse.

- Oh Padre. Prefiro ir pro inferno a ter que beijar esse magricelo de sunga.

E morreu.


(Parte do livro a ser lançado " DESCULPE-ME")

0 comentários:

Postar um comentário

Este blog surgiu após inúmeras recomendações, broncas, cascudos e beliscões de conhecidos. Aqui está, enfim, um espaço próprio para o escritor Allan Pitz publicar suas "Patavinices", seus textos, seus livros, e tudo o mais que o tempo for lhe guiando e desenvolvendo.

Obrigado pelo incentivo de todos.