quarta-feira, 15 de junho de 2011

Primeira resenha para Estação Jugular - Nanie's World



Primeira resenha para o novíssimo Estação Jugular, confira no blog Nanie's World! Fiquei até emocionado, realmente muito feliz com resenha da Nanie. Levar o leitor até uma grande viagem pessoal é a única promessa da Estação absurda do Pitz. E, Devagarzinho, esperamos chegar aos corações e entendimentos de muitos.


Sobre o livro:

Franz é um fugitivo. Técnico de informática, ele se encontra perdido e só sabe que precisa fugir. De quê? Ele não tem muita certeza.


O que eu achei do livro:


Eu já me tornei uma fã incondicional de Allan Pitz - este mestre na arte de escrever. E é com muita alegria que afirmo: Estação Jugular é mais uma obra magistral de Pitz.

Utilizando-se de alegorias e metáforas, Pitz nos leva para uma viagem inebriante, que nos fará conhecer um pouco mais de nós mesmos e da humanidade como um todo. A linguagem de Pitz novamente é poética, deliciosa! Sorver as páginas desse livro é um alimento para a alma - Pitz escreve muito bem e sabe como escolher as palavras. O livro tem um ritmo bem veloz até a metade, quando nos deparamos com uma descoberta totalmente inesperada. A partir desse ponto, a leitura se torna um pouco menos dinâmica e muito mais reflexiva. É um livro que nos faz pensar do início ao fim!

Leia a resenha completa em: naniedias.blogspot.com

4 comentários:

  1. Ah... olha minha resenha no Paquidermes *-*
    Allan, foi uma honra resenhar o seu livro! Já sou fã das loucuras do Pitz - cada uma melhor do que a outra \o/
    Faço votos para que continue escrevendo dessa forma maravilhosa e que consiga lançar todos os seus livros >.< Afinal de contas, quero aumentar minha coleção Pitz!

    ResponderExcluir
  2. E que venham mais loucuras do Pitz!! Rsrs

    A honra é toda minha, Nanie. Cada livro lançado é mais um degrau de responsabilidade, é um compromisso silencioso com os leitores todos. Minha missão é melhorar sempre, estudando e escrevendo muito, cada vez mais!

    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Que beleza, não é, Pitz? Eu, que ainda não publiquei meu livro solo, fico sonhando muito quando leio coisas assim... É inspirador! Te desejo o melhor. Sucesso, sempre! Abração!!!

    ResponderExcluir
  4. Oh, mestre Hélio, muito obrigado!!

    É mesmo por sonho que eu sigo escrevendo; sonhar é bom demais, e os sonhos podem realmente saltar para a realidade (se mantivermos o foco nele).

    Siga firme, meu amigo!

    Abração!

    ResponderExcluir

Este blog surgiu após inúmeras recomendações, broncas, cascudos e beliscões de conhecidos. Aqui está, enfim, um espaço próprio para o escritor Allan Pitz publicar suas "Patavinices", seus textos, seus livros, e tudo o mais que o tempo for lhe guiando e desenvolvendo.

Obrigado pelo incentivo de todos.