sábado, 23 de outubro de 2010

Um Peixe de Calças Jeans (Lançamento)



"Dedico esse livro ao espírito nobre, elevado e igualitário de Mohandas Karamchand Gandhi. Muito obrigado, pai da união, pelo Satyagraha."

(Satyagraha: Princípio da não-agressão desenvolvido por Gandhi. Saty = Verdade. Agraha = Firmeza)

Trecho do livro:

"Mesmo que o cardume no começo estranhasse um peixe de calças
jeans nadando, ninguém poderia negar sua vitória, e o mundo
novo que vinha boiando.
Por isso, a turminha do mar não esquece a coragem do peixinho.
De calças jeans a flutuar, com nadadeiras de pano a brincar,
sempre cercado de amigos.”


Apresentação

As crianças precisam aprender o sentido de união, igualdade e respeito desde o início da jornada. Atuando nesse pensamento, Um peixe de calças jeans e outras histórias para unir, traz em sua linguagem simples e acessível, histórias curtas e assimiláveis que visam eliminar os preconceitos sutilmente. Agindo no subconsciente formador das crianças. Enriquecendo-as moralmente.
A ideia desse livro brotou pelas inspiradoras teorias de Dr. Joseph Murphy (1898 – 1981), autor do livro O Poder do Subconsciente (título original em inglês: The Power of your Subconscious Mind) onde defende a tese de que a mente subconsciente (responsável pelo sono, memória, batimentos cardíacos e outras muitas funções do corpo) ao aceitar uma idéia, começa imediatamente a pô-la em prática. Segundo Murphy, a mente subconsciente aceita tudo que lhe é sugestionado de forma vigorosa e constante; assim, podemos adicionar as informações boas e benéficas sobre o que quisermos.
Em Um Peixe de Calças Jeans, a teoria subconsciente é usada para o bem mais pacífico e precioso de todos: O amor fraterno de nossas crianças. A paz. E a união incondicional.





O escritor carioca Allan Pitz autodenomina-se com humor: “Escritor por maioria de votos, contador de histórias, visceral, humano, PhD nas próprias reflexões e estudos solitários sobre tudo”.
Diferente de todos os seus trabalhos publicados, em Um Peixe de Calças Jeans Allan Pitz cria uma alegoria simples, infantil, onde dissemina com desenvoltura ímpar, belíssimas mensagens de união e não-violência entre as crianças, tendo como base sólida um longo estudo da Teoria Subconsciente de Dr. Joseph Murphy. E a idéia central do Satyagraha (movimento de não-violência, desenvolvido por Mahatma Gandhi).
A experiência do autor, com o bullying sofrido na infância, acabara sendo o grande fator motivacional para Allan escrever o que, talvez, seja um dos seus raríssimos trabalhos para fora, especificamente, do público leitor adulto. Um trabalho raro e de muito valor humano.

Em breve o livro Um Peixe de Calças Jeans estará disponível no site da Editora Livro Novo, e em diversas livrarias do país. Um blog especial para divulgar matérias sobre o livro e seu tema está sendo criado, logo que entrar no ar já será divulgado aqui.

http://livronovo.com.br/

4 comentários:

  1. Nossa ^^Que legal =) Estou aqui imaginando como seria "Pitz" para crianças ^^ Parece uma ótima ideia =) Divulgue sim quando o livro estiver disponível para compra!!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Allan

    Adorei a idéia do projeto, parabéns pelo novo projeto!

    ResponderExcluir
  3. Vou ficar aguardando o livro para ler... é um tema ótimo para ser levado aos leitores.
    Todos nós já sofremos bullying algum dia... infelizmente.

    Obrigado pelo post anterior sobre meus trabalhos e vamos seguindo na parceria.

    Até mais e sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Tive a oportunidade de ler o original do livro, muito antes dele sair impresso. A primeira coisa que senti foi: Wow... eu sempre fui um peixe de calça jeans! Imediatamente passei a perceber que, aquilo que eu considerava de mais enigmático, estranho e, muitas vezes, anormal, em mim, era meu maior tesouro. Não que eu já não sabia disso, mas o livro colocou um ponto final nessa questão e, pela primeira vez, consegui fazer as pazes com todos os apelidos perturbadores e "humilhantes" que me atribuiam na infância, por eu ter nascido com o cabelo "cor de fogo" e com o corpo cheio de sardas. Foi um alívio. Queria ter lido esse livro aos 9 ou 10 anos. Se você tem filhos nessa idade, compre-o imediatamente... se não tiver.. bem, eu, aos 39, depois de ler bibliotecas inteiras, me descobri nele. Então, tente mesmo aos 50.... quem sabe?
    Beijo no coração de todos, parabéns Allan... e, muito mais: obrigado!

    ResponderExcluir

Este blog surgiu após inúmeras recomendações, broncas, cascudos e beliscões de conhecidos. Aqui está, enfim, um espaço próprio para o escritor Allan Pitz publicar suas "Patavinices", seus textos, seus livros, e tudo o mais que o tempo for lhe guiando e desenvolvendo.

Obrigado pelo incentivo de todos.