quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Toma aqui o maço inteiro



De terno branco sentado na calçada. Bairro da Lapa, beco escuro. Mais de meia noite. Boêmio rendido, travesseiro de pedra... Nisso vem um passante. O do terno aproveita:

- Pssssiu! Ei! Moço! Pode me arrumar um cigarro?

O maço de cigarros estava bem perceptível no bolso esquerdo da calça jeans.

- Não tenho não.

-... Obrigado. Boa noite.

Andou mais depressa para livrar-se da imagem derrotada, um homem de terno jogado ao chão, fraco das pernas.

Já bem distante, o passante acendeu seu estimado cigarro. Após longa tragada percebeu o mesmo terno branco, desta vez de pé ao seu lado. Bafo terrível de cachaça.

- Pode me dar um cigarro, moço?

- MEU DEUS! VOCÊ ESTAV... LEVA! LEVA!! TOMA AQUI O MAÇO INTEIRO!!!


(Parte do livro a ser lançado 'DESCULPE-ME')

0 comentários:

Postar um comentário

Este blog surgiu após inúmeras recomendações, broncas, cascudos e beliscões de conhecidos. Aqui está, enfim, um espaço próprio para o escritor Allan Pitz publicar suas "Patavinices", seus textos, seus livros, e tudo o mais que o tempo for lhe guiando e desenvolvendo.

Obrigado pelo incentivo de todos.