segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Cinema Cultura



Hoje tenho o prazer de apresentar aos leitores (muitos já devem conhecer) um blog que é um verdadeiro tesouro para os aficcionados por cinema, o cinemacultura.blogspot.com! Lá poderemos encontrar obras clássicas dos maiores cineastas do mundo, numa lista memorável disponibilizada para download, incluindo nomes como David Lynch, Jean-Luc Godart, Francis Ford Coppola, Pedro Almodóvar, Woody Allen, Glauber Rocha, Martin Scorsese, Alfred Hitchcock e muitos outros.
Realmente imperdível para quem ama cinema, achei o blog na sexta-feira e estou comemorando até agora! Viva a internet rápida!

Ótimos filmes, portanto, não esqueçam a pipoca.
http://cinemacultura.blogspot.com


Alguns exemplos do acervo:

Acossado (1960)

SINOPSE: Filme mito de Godard, filme ícone da Nouvelle Vague, filme símbolo de uma revolução que ultrapassa o cinema e percorre os circuitos da juventude, da moda. Acossado é o único filme de Godard que conseguiu superar o estigma de secto que seus filmes têm: odiados por muitos e amado por poucos. Muito se fala a respeito disso: que o mérito é do roteiro de Truffaut, que Godard ainda não era tão pedante, que ainda era compreensível, etc. Na verdade Acossado não é nada disso. Longe de ser um filme "jovem" (como Trainspotting ou Pulp Fiction), o primeiro filme de Jean-Luc Godard já é um denso ensaio sobre todas as preocupações que ocuparão dali a diante todo o seu cinema e grande parte do cinema mundial.


Um Homem com uma câmera (1929)

SINOPSE: Grande marco do cinema soviético do período Lenin. Cheloveks Kinoapparatom (título original) é o mais puro exemplo da ruptura total do cinema com a literatura e a dramaturgia, uma autêntica iniciação aos segredos da linguagem cinematográfica. Dziga Vertov, o artista preferido do governo soviético, criou o Kino-Pravda (Cine-Verdade) e o Kino-Glaz (Cine-Olho), novos conceitos para captação da realidade, formatada dentro de uma montagem visionária que influenciaria o cinema do Pós-Guerra. As imagens são deslumbrantes e de grande impacto visual. Sem dúvida um dos filmes mais importantes de todos os tempos. A trilha sonora é composta e conduzida pela Alloy Orchestra, seguindo as instruções escritas por Dziga Vertov. Cópia remasterizada do negativo de 35 mm. Estreado em Pordenone, no Teatro Verdi, em 14 de Outubro de 1995. Produzido para vídeo por David Shepard. Conteúdo especial desta edição 1996 Film Preservation Associates.


O Inquilino (1976)

SINOPSE: Imigrante polonês, recentemente chegado a Paris, aluga quarto em pequeno prédio e se impressiona com a história de que a inquilina anterior se suicidou. Aos poucos, no dia-a-dia, vai se sentindo oprimido e passa a identificar-se com a vítima. Parábola pesada, lúgubre, sobre a rejeição de meios hostis à presença de forasteiros. Polanski fez questão de atuar no papel principal, talvez por identificação. Excelente desempenho de Shelley Winters como a fria e antipática zeladora. Roteiro, produção e direção primorosos. A sequência final é uma obra-prima do sarcasmo em cinema. DIREÇÃO: Roman Polanski


Drácula de Bram Stoker (1992)

SINOPSE:Adaptação do diretor Francis Ford Coppola ao clássico da literatura Drácula, de Bram Stoker. Jonathan Harker (Keanu Reeves) é um jovem advogado que fica aprisionado no castelo do vampiro (interpretado com muita maquiagem por Gary Oldman), enquanto este parte para Londres em busca de um lugar para morar. Lá conhece e se apaixona pela namorada de John, Mina (Winona Ryder), a quem tentará morder para transformá-la em uma de sua espécie.

PREMIAÇÕES

Vencedor do Oscar nas categorias: melhor figurino, melhor maquiagem e melhores efeitos sonoros.


Psicose (1960)

SINOPSE: Jovem foge com o dinheiro da imobiliária onde trabalha e planeja encontrar o amante, mas interrompe a viagem para dormir num velho motel administrado por um estranho rapaz e sua mãe. Clássico de Hitchcock, um dos filmes mais famosos do mestre do suspense, que usou de genialidade em técnica cinematográfica para criar cenas do mais puro terror sem explorar a violência explícita. O roteiro foge do convencional, com poucos diálogos, se desenvolvendo quase que totalmente nas imagens. Uma verdadeira obra-prima.

Carne Trêmula (1997)

SINOPSE: Vida de um entregador de pizza muda totalmente quando ele se apaixona por uma mulher, que acaba ficando com outro. Desesperado, ele acaba atirando no homem, aleijando-o, e vai preso. Quando sai da cadeia, uma rede de emoções volta à tona com vidas marcadas pelo passado. Sexo, amor, obsessão, crime, tragédia: sim, mais um belíssimo filme de Almodóvar.

2 comentários:

  1. Adorei a dica, vou baixar algo para o fim de semana.

    Não acredito que esta tocando -> Under pressure <- é uma das minhas músicas favoritas. :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Claudinha!
    Então o seu programa de final de semana já está garantido, esse blog está cheio de filmes ótimos!

    OBS:Essa é uma das músicas que eu mais gosto também.

    Beijão.

    ResponderExcluir

Este blog surgiu após inúmeras recomendações, broncas, cascudos e beliscões de conhecidos. Aqui está, enfim, um espaço próprio para o escritor Allan Pitz publicar suas "Patavinices", seus textos, seus livros, e tudo o mais que o tempo for lhe guiando e desenvolvendo.

Obrigado pelo incentivo de todos.