sexta-feira, 20 de novembro de 2009

O INCINERADOR DE DEMÔNIOS GAYS




A Igreja de Pastor Bibinhas ficou muito famosa em sua região... O motivo? O fabuloso recorde de curas homossexuais. Curas?! Exato.

O pastor Bibinhas, (Humberto Guajará Pimenta) ex travesti de carreira internacional, ainda fazia shows travestido de ‘Sunni Butterfly’ quando ouviu um chamado maior, a voz de Deus... Casou-se, vestiu-se como homem, e passou em uma prova para gari. Logo nasceria o pastor, na mesma igreja que expulsou seu suposto demônio mulher.

Passaram-se três anos, e o sucesso das curas homossexuais de Pastor Bibinhas extrapolou os limites de sua cidade, seu estado, e já era vista pelo Brasil inteiro graças à transmissão de um programa em rede nacional. Incrível! Entravam gays e saíam heteros!! Um repórter espertalhão de uma emissora carioca resolveu entrevistar Bibinhas para saber sobre os tais demônios gays, mas a proposta era que o reporter bonitão fosse um pouco mais além.

Trajando elegante terno italiano, o repórter chegou perfumado, óculos escuro, cabelo loiro em corte militar... Ao ver o pastor deu-lhe caloroso abraço, e este retribuiu de imediato. Já com o gravador ligado:

- Pastor Humberto, eu...

- Pastor Bibinhas, por favor.

- É claro, pastor Bibinhas. O motivo de eu estar aqui é a sua trajetória de vida, a forma que o senhor saiu de uma realidade e entrou em outra completamente diferente.

- Fé! Nada mais que fé, meu filho (nesta hora ele deu uma risadinha fora do script, olhando nos olhos azuis do repórter). Mas não espero que todos acreditem... Sou como um beija-flor, beijo algumas flores, mas não tenho bico para todas. Eu fui curado pelo criador, tento ajudar alguns irmãos serem homens novamente, como a natureza os fez.

- Empregar demônios como causa do homossexualismo, não seria ofender os gays?!

- Não vejo assim, não ofendo ninguém (o jornalista aproxima um pouco a cadeira, sempre com um sorriso carismático a oferecer).

- Quantas curas o senhor já fez?

- Minhas pombinhas da salvação (assistentes) contam mais de duzentos mil! Demonios de todo o tipo! Uns eram antigas dançarinas de lambada assassinadas por cubanos bêbados, prostitutas na época da revolução francesa, esposas de vikings, mulheres que sofreram e acabaram transformando-se em demônios gays, com intuito único de afeminar os homens e tirá-los do seu caminho viril.

- Esses demônios também agem nas lésbicas?

- Sim. Mas os que agem nas lésbicas são almas masculinas, devemos apenas inverter os órgãos (outra risadinha fora do script, uma cruzada de pernas bem tombadinha pra esquerda).

- O senhor sente saudade dos tempos de Sunni Butterfly?

- Não. Nem um pouco. Há de se ter paciência no começo, ver que todas as relações homossexuais que lhe proporcionaram prazer não foram vivenciadas por você. Você foi mero instrumento naquele momento. Os demônios é que deram ordens ativas e passivas, automaticamente o subconsciente dominado assimilou e cumpriu. Não existe o homossexualismo, nem experiências homossexuais. Existe sim uma possessão demoníaca, como a que me rendeu durante anos. Por isso não posso sentir falta de uma vida que não existiu.

Muitas perguntas depois, o jornalista se convenceu de que Bibinhas estava mesmo curado... Parou de jogar charme, desligou o gravador, agradeceu, e ao abraçar Bibinhas recebeu inesperada lambidinha no pescoço e um firme apertão nas nádegas.

- Quê isso Pastor?!!

- Gostosão!... Foi o diabo quem te mandou, não foi? Danadinho...

0 comentários:

Postar um comentário

Este blog surgiu após inúmeras recomendações, broncas, cascudos e beliscões de conhecidos. Aqui está, enfim, um espaço próprio para o escritor Allan Pitz publicar suas "Patavinices", seus textos, seus livros, e tudo o mais que o tempo for lhe guiando e desenvolvendo.

Obrigado pelo incentivo de todos.